12 de set de 2013

ponta retrátil da caneta bic







desenha-se na mente o poema
para tornar-se concreto
através da ponta retrátil
da caneta bic

no alado arabesco cerebral
nasce de repente o poema

e agora busca
na página branca
a ponta retrátil
da caneta bic

pássaro de plumas e penas
em céu de brigadeiro
força-se o poema
a descer à terra
onde possa exprimir-se
por meio
da ponta retrátil
da caneta bic

na linha do sol
solta seu voo
e o sol - é claro -
aquece-lhe penas e plumas

de pena em pena
de pluma em pluma
na linha do sol
some o poema
sem encontrar
a ponta retrátil
da caneta bic




13.3.2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário