2 de jun de 2016

Madrugadas




(Jeremy Mann - Night Rains in San Francisco)





O barulho da chuva forte


Acordou-me de madrugada:


Pensei que fosse a morte,


Mas não era, não era nada.






O barulho da chuva forte


Acordou-me de madrugada:


Pensei que fosse a sorte,


Mas não era, não era nada.

2.6.2016





Nenhum comentário:

Postar um comentário