13 de jan de 2010

CANÇÕES DE AMOR E SAUDADE, À MODA ANTIGA - 12


(Paul Delvaux)



No Banco onde bancas
a princesa,
todos pensam que eu te quero.
No Banco onde tranças
teias e jogos
no xadrez do amor,
todos pensam que eu te gosto.
No Banco onde beijas
a todos como amigos
todos pensam que tesão tenho por ti.
Mas no banco onde sofro
ninguém jamais pensou
na loucura do meu amor.
Que coisa mais cafona essa
de loucura de amor!
Mas como chamar
a dor, a saudade, a vontade,
o tesão
por ti, minha princesa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário