25 de jan de 2011

quando penso em deus

(Ada Breedveld)





quando penso em deus


por que será que me vêm


apenas pensamentos ateus?






deus faz parte do cotidiano


de milhões e milhões de pessoas,


que, entra ano e sai ano


pensam-se sempre almas boas






são tolas a rezar um padre-nosso


ou uma simples ave-maria,


roem, no entanto, cada osso


no falso mistério de cada dia






são os que acreditam em deus


que ollham com olhares tortos


aqueles que não são os seus


e os desejam sempre mortos






mas, enganam-se com seu deus


e fazem tudo no inverso


pensam que, por sermos ateus,


trocamos a prosa pelo verso






para mim, pensar em deus


é prender o pensamento


de livres versos ateus


em teia de ódio e tormento






deus não é uma coisa séria


que se possa ter na memória,


é apenas uma intriga, uma lereia,


inventada através da história






e então, quando penso em deus


é somente para olhar para os lados


e sorrir com a alegria dos ateus


e não dos homens enganados.

Um comentário:

  1. Uma pergunta, em vez de:
    «
    para mim, pensar em deus
    é prender o pensamento
    de livres versos ateus
    em teia de ódio e tormento
    »
    Não será antes:
    «
    para mim, pensar em deus
    é libertar o pensamento
    de livres versos ateus
    da teia de ódio e tormento
    »
    Parece-me respeitar mais o pensamento proposto, será?
    Muita poesia!

    ResponderExcluir