10 de dez de 2008

ENIGMAS

(rio tietê)



enigma 1

rosto paira sobre o rio
o rio corre sob lodos
no rosto os olhos dos mortos
refletem apenas frio

enigma 2

o vento os ares engrossa
e a poeira se entretece
a tecer o olho do louco
que apenas olha e enternece

enigma 3

cruza o céu luz de trovão
não há seguro que impeça
na descida da ladeira
o bater do coração

enigma 4

ouçam todos o que diz
este velho conselheiro
troca o leito pela forca
quem ajuda o prisioneiro

enigma 5

a cidade olha o rio
o rio mira a cidade
a cidade mata a vida
a vida nega a cidade

enigma 6

chorem todas as mulheres
a morte de todos os homens
não chorem porém os filhos
que viraram lobisomens

enigma 7

asas levam anjos tortos
loucos comem carnes cruas
no jogo de busca e caça
trancaram todas as ruas

enigma 8

nos ares cheiro de peido
no leito os podres do rio
putas contam seus segredos
e a cidade entra no cio

enigma 9

de novo a chuva no rio
de novo o rio na porta
de novo os loucos na rua
de novo a cidade morta

enigma 10

deram fuga ao prisioneiro
soltaram todas as luas
chamaram todos os anjos
trancaram todas as ruas

enigma 11

na tumba o rosto dos mortos
no rio os ossos dos loucos
nas tumbas moravam muitos
no rio sobravam poucos

enigma 12

escombros do velho porto
navegam de porta em porta
vem das águas o anjo torto
cagando a cidade morta

enigma 13

virou página da história
tudo quanto aconteceu
no rosto morto do rio
a cidade é que morreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário