30 de jul de 2011

BRASILIANAS II

(Felix Valloton)


2. falando de trópicos,





não há pátria
não há;
não há mais etnias
não há;
não há mais trópicos
de câncer ou capricórnio
entre um povo e seu contrário:
não há;
não há mais babel,
não há mais o olhar estrangeiro
a vigiar os atos,
não há;
não há mais pátria,
oh! apátridas:
não mais molossos





a vigiar os ossos,
não há mais bombas
não há



só há, afinal,
o juízo universal
a unir o final
de todos os utópicos,
debaixo dos trópicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário