4 de jun de 2015

boi



(Max Bekeman - retrato de família)




busco no poema
a voz clara
do homem comum

quero do verso
o grito da rua
- o mugido final
do boi no matadouro


24.4.2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário