20 de set de 2016

CANTIGA EM FUGA





 (Taro Hata) 


1.

Na espera,

deságua

o verso

só mágoa!



2.



Minto?

Não:

apenas sinto.



3.



No ensejo

do beijo,

desejo.



4. 



O coito,

espero

afoito.



5.



Enquanto 

cantas, 

me encanto.



6. 



Amor:

entreato

barato.



7. 



Proponho:

apenas 

sonho!



8.



Lua,

vem 

nua.



9.



Tanto 

te quero,

quanto

te espero.



10.



Se vieres,

não

esperes.



11.



Beija

louca

minha 

boca.



12.



Sem juízo,

teu

sorriso.



13.



Aceito

do teu

jeito.



14.



Teu

umbigo

mexe 

comigo.



15.



Teu ventre

me diz:

entre!



16.



Tu gozas,

e me

afogas.



17.



Contigo

eu vou

ao after

glow.



18. 



Me encolho

no teu

olho.



19.



Me enlaço

no teu

abraço.



20.



Gemidos?

Gozos

mais que atrevidos.



21.



Vacilo: 

tu gozas

ou eu deliro?



22



Entro:

teu jogo

é fogo.



23.



Retardo 

o gozo.

Gemes, eu ardo.



24. 



Contemplo

exausto

teu corpo:

um fausto!



25.



Após loucos

ais,

ainda pedes: 

mais!



26.



Quantas vezes 

queres:

és em uma,

mil mulheres.



27.



Teu corpo

eu lavo,

bêbado,

escravo.





28.



Sacias

em mim

desejos

sem fim.



29.



Meu sêmem

já é pó.

Exiges:

- Só?



30.



De novo 

na cama,

teu corpo

é chama.



31.



Tu metes

mais que

prometes.



32.



Tua vagina

engole

meu sexo

mole.



33.



Na sanha

da luta,

arranhas

como puta.



34.



No teu 

sexo,

perde o verso

seu nexo.



35.



Minha sina:

tua

vagina.



36.



Temes?

Não:

gemes!



37.



Na curva

do seio,

me enleio.



38.



Na bunda,

a língua

afunda.



39.



No ventre,

o espasmo

precede

o orgasmo.



40.



Na trilha

da língua,

o clitóris

brilha.



41.



Minha boca

te deixa

louca.




42.



Exalas,

enfim,

o puro

jasmim.



43.



Persigo

o perfume:

contigo,

meu ciúme.



44.



Foges,

esfumas.

Teu gozo,

espumas.



45.



Na cama

fria, 

viraste

poesia.





Sexta-feira, 11 de junho de 1999

Nenhum comentário:

Postar um comentário