8 de set de 2016

ditatores



(Luis Quiles - ditadores)




dona maria a louca

“a que, embora piedosa e meiga,

pelo poder da desventura,

degredava e matava – longe –

com sua clara assinatura”(*)

nunca foi assim tão louca

quanto os ditadores do século 20



são carniceiros mais cruéis

porque – lúcidos – assassinam

pessoas

povos

nações

com armas que matam à vista

milhares

milhares ao mesmo tempo

enquanto maria a dona louca

matava à prestação



e mais: enquanto a grande dama de portugal

cumpriu sentença dentro de si mesma

“prisão perpétua, exílio estranho,

sem juiz, sentença ou carcereiro” (*)

nossos ilustres ditadores

assassinos bem mais eméritos

escaparam quase todos

às garras do remorso

e viveram quase todos

como nababos

ou se mataram como covardes

- doce pena imerecida -

sem juízes que os julgassem

sem sentenças que os condenassem

sem carcereiros que os vilipendiassem





(*) Cecília Meireles: Romanceiro da Inconfidência; Romance LXXIV ou da Rainha Prisioneira.


27.8.2016




Nenhum comentário:

Postar um comentário