13 de set de 2010

POEMAS ESPARSOS - 9


(Guennadi Ulibin)


Saibros



Saibros que descem à chuva

da vaga-luz à luz da lua

de pedras – montanhas em serras azuis do píncaro ao vale

ralam meu peito

na ânsia de ir

ao fundo da terra

em busca de luz

à dor entregue exangue

do sangue ao suor

saibros de dor

ao triste féretro

de doce luar.




21.6.92

Nenhum comentário:

Postar um comentário