3 de ago de 2016

noturno número 2



(Ceri Richards)




canta o grilo

a coruja pia

a raiz enraíza

a folha cai

o silêncio silencia

a noite precisa

o sonho e a lua

a vida suspira

à rua varre o vento

puxa o frio ao cobertor

a cama range

trila o grilo

pia a coruja

ao longe

cresce a planta

vergam os galhos

a lua se esconde

embranquece a nuvem

o sonho pesa

o rato arrepia

o gato pula

lambe os bigodes

a vizinha insone

toca baixinho

o piano que geme

um noturno de Chopin



18.6.2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário