17 de ago de 2016

olho a rua



(Antonio Sgarbossa - che bella passeggiata)







olho a rua

por trás da vidraça

gente que passa

olho a rua

pessoas

muitas pessoas

ao frio da tarde

agasalhadas

enroladas

ensimesmadas

no passo ligeiro

de suas vidas

enroladas

ensimesmadas

vidas que

lhes foram dadas

vidas sentidas

vidas vividas

vívidas vidas

vidas proscritas

que nunca serão

nem escritas

nem lidas


18.6.2016


Nenhum comentário:

Postar um comentário