5 de mai de 2010

POEMAS DO MUNDO: lugares... caminhos... 14




caminhos do nada a lugar nenhum
versos quebrados em pedras soltas
montanhas de pó

trilhos de trens fantasmas
o brusco arrebol arrebenta a calmaria
pássaros zonzos

noites quase dias à luz da lua
quedas de brilhos súbitos assustam
amantes adormecidos

beijos de damas-da-noite em fragrâncias
palmeiras ao longe recortam horizontes
montanhas azuis

silêncio de pedra entre grilos e sapos
lagoa em espelho reflete o negro
espaço sem fim

murmúrios de fadas
gnomos em festas
mágica a noite
magos ao luar
soltas as bruxas
o céu se funde
à montanha de pedra
o negro espaço
à luz da lua
silêncio o mundo suspira
montanhas de Minas.


29.4.92

(Ilustração: foto serra da Mantiqueira de Cristiano Tomaz

Nenhum comentário:

Postar um comentário