27 de jul de 2010

POEMAS DE LOUCO AMAR - 14

Capto a luz que vem de ti









Capto a luz que vem de ti
e, ao fundir-me em paz
no fundo dos olhos teus,
encontro-me a mim
como sempre quis.
Meus desejos são teus desejos
e teus anseios a minha meta,
tua alma em aura de luz tornada
inunda em azuis de mares calmos
todo o sonho que em mim transforma.
Se em ti me encontro a cada instante,
tu em mim transbordas a luz
a construir caminhos pelos quais navego,
a vislumbrar o norte ao qual me vou.
E meu ser de antigas eras em solidão envolto
torna-se do mundo o centro radiante,
não mais só, não mais triste, não mais desamado.

5.11.92



(Ilustração: Picasso)

Nenhum comentário:

Postar um comentário