17 de jul de 2010

POEMAS DE LOUCO AMAR - 9


Escrevo para ti











Escrevo para ti
versos que não lerás
pois se os lesses verias
aberto o meu peito
a sofrer por amor.


Inútil que fujas
inútil que eu fuja
teus olhos me chamam
chama-te o meu desejo.


Persigo o teu caminho
o meu caminho persegues
dois seres distantes
unidos num só desejo.


Amo-te como louco
na loucura de amar-te
amas-me tu também
não o negam os teus olhos.


Assim nesse jogo
de encontros e desencontros
vamos sempre querida
até o dia em que me queiras.

11.6.92


(Ilustração: Picasso)





Nenhum comentário:

Postar um comentário