12 de jan de 2009

QUANDO SE INAUGURA UM TEMPLO

Quando se inaugura um templo,
devia-se poder fechar todas as portas
e deixar ali dentro para sempre a orar
todos os imbecis e filhos da puta
que construíram com o dinheiro ralo
de todos os idiotas e enganados
aquele monte de merda e estrume.
Quando se inaugura um templo,
morre um pouco a esperança do homem.
Quando se inaugura um templo,
abrem-se mais abismos para o homem.
Quando se inaugura um templo,
uma sombra imensa desce sobre o homem.
Quando se inaugura um templo,
mais um monte de merda cai sobre o homem.
Ah! Quando se inaugura um templo,
devia-se poder destruir mil e quinhentos altares
que consomem a liberdade do homem.


segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário