13 de out de 2015

HOMEM DE CORAÇÃO MECÂNICO



(Giger)





No centro da máquina, o Homem.


No centro do homem, a Máquina.


Metamorfoseia-se em Criador a Criação.


O Senhor em Escravo se transforma.


Mecanizam-se o amor e a dor.


Humanizam-se os diodos e fusíveis.


Homem - Ser - Objeto - Máquina,


Equação absurda agora em


Máquina - Ser - Homem - Objeto.


Um novo ser reajustável


Ao mistério computadorizado


Da Trindade mágica da Energia.




BH 16.8.78

Nenhum comentário:

Postar um comentário