19 de out de 2015

NAS FOLHAS DAS ÁRVORES



(Jean-Pierre Ceytaire)




Nas folhas das árvores
ressoa o vento;
a música
o pirilampo
e a luz
se confundem
em sons, cores, arrepios
numa lágrima de sal
que explode no cheiro
de corpos suados
em beijos e abraços
gozos
suspiros
dentro da noite
os ventres dos amantes
se fundem num só
em cópulas
de ventos
de luzes
de cores
de suores
até
o cogumelo final.



S.P. 15.3.86

Nenhum comentário:

Postar um comentário