21 de mar de 2016

LUPANÁRIO

11

  
sob a neblina





deixas-me plantado
sob a neblina
à luz tênue do poste
bem na esquina
onde costumas trabalhar

tirito de frio

e maldigo meu pau


23.3.2013



12   

urgências       






para que dizer
que tenho em meu corpo
a urgência do tempo?
não!
não só não vou
dizê-lo, como não tenho
em meu corpo qualquer urgência

sou gozo e orgasmo
para o tanto de frutos
pendurados que colho

sou gozos e orgasmos
para quem tem a urgência
de gozos e orgasmos

e o tempo em que vivo
nada tem a ver com isso

que me possua você também
que goze e goze muito, meu bem,
sem urgências, sem tempos
de espera ou de desespero

sou sua

apenas


10.8.2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário