17 de nov de 2015

POEMAS DO COTIDIANO



Teu rumo



 (martin van maele)



Cabe a ti decidir
norte e sul,
cabe a mim ter de ir
em busca de teu rumo.
Segue, pois, teu caminho
e esquece a sombra
atrás de teus passos.
Sombra, apenas, da luz que vem
dos olhos teus.



s.d

Nenhum comentário:

Postar um comentário