1 de nov de 2015

LEVANTE A CABEÇA






(Hans Baldung Grien)





Levante a cabeça

E não permaneça

Sozinho na arena...



A fera está solta

Na areia revolta

Ao som da sirena...



Seu grito já rouco

Tornou-se mais louco

No meio da arena...



Alguns já morreram

Seu sangue beberam

Uns poucos fugiram

Os cães perseguiram

Os outros choraram

A vida ganharam

Um prêmio do rei

São hoje ministros

Que fazem a lei...



Consulte os registros

Levante a cabeça

Antes que apareça

Um novo profeta!


(sem data/ c.1980)

Nenhum comentário:

Postar um comentário