12 de nov de 2015

POEMAS DO COTIDIANO


Poemas de amor ao anoitecer



(martin van maele)



Alguém, um dia, já escreveu
poemas de amor ao anoitecer.
Alguém, um dia, já sonhou
loucos amores à luz do luar.
Alguém, um dia, já sofreu
a dor do adeus à beira do caminho.
Sempre alguém já sentiu
tudo aquilo que tu sentes e sentirás.
Portanto, meu amigo, é inútil
que eu te diga para não escreveres teus poemas
de amor.
Escreva-os. Escreva-os sempre.
Pois são sempre novos e inéditos todos os poemas
de amor.



12/4/96

Nenhum comentário:

Postar um comentário