24 de abr de 2010

POEMAS DO MUNDO: lugares... caminhos... 3




De loucos momentos vividos
não resgates a memória:
se são tempos há tanto idos,
deixa-os dormir na História.

Em cada um dói o tempo
de forma tão vária e atroz,
que o simples sopro do vento
será mais forte que a tua voz.

Por isso, cala a tua lembrança
bem nos esconsos de tua alma.
Guardarás, assim, a esperança
de teres na tua velhice a calma.




(Ilustração: foto de Frank Boots)


Nenhum comentário:

Postar um comentário